Maldito sorriso
que me enche 
os olhos
com alegria

Mas que inferno
Inferno saber
que absolutamente tudo
me remete a você

Maldito dia em que
eu sequer cogitei 
te querer, e,
acabei por gostar

Desses olhos castanhos
que mesmo frios
são cheios de vida

E dos teus cabelos
que como ondas
quebram no teu rosto

Maldito repuxo
esse da tua boca
que sempre me arrasta
pro fundo do teu oceano

Me faz querer
morrer afogada
em meio ao som
da tua risada

Ainda guardo
o beijo tímido
que foi me dado
no canto da boca

E no fim do dia
tua presença
veio a ser a minha
mais do que suficiente recompensa

Por ter aguentado
tanto tempo
sem saber
que depois de tudo

O tudo
seria
você

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.