Vazio

Queria escrever sobre morte

mas meu desejo por ela

já não é genuíno

Queria escrever sobre você

mas sempre que tento

acabo pensando demais

e me machuco propositalmente

Sinto como se tudo se apagasse

e eu voltasse à estaca zero

não sinto mais nada

Estou presa na parte mais fria de mim

e tenho tentado escapar disso todos os dias

mas cada vez que eu me levanto

o gelo se torna mais espesso

Eu me auto saboto o tempo inteiro

e como eu não me sabotaria

estando presa a mim mesma?

Me engasgo em minhas palavras

sufoco entre as atitudes

perco espaço para o sofrimento

Queria que a primavera chegasse

e reflorescer tudo em mim

mas eu me tornei inverno

e acabei matando tudo que restava

Matei absolutamente tudo dentro de mim

exceto meu sentimento por ti

Teu poder sobre mim permanece o mesmo

mas você não faz bom uso dele

Faz questão de me ver

afogando em teu mar de indiferença

mas eu não sinto mais dor

nada resta aqui