Cinco motivos para ler “Cem Anos de Solidão”, obra prima de Gabo

Um dos meus livros preferidos da vida completa 50 anos este ano e as comemorações já estão a todo vapor. Em janeiro, vários trechos da obra foram lidos por famosos na cidade de Cartagena, na Colômbia.

A obra que narra a trajetória da família Buendia durante 100 anos na cidade de Macondo foi escrita pelo colombiano Gabriel Garcia Marquez, o Gabo.

Um livro que você deve estar preparado para ler. A primeira vez que li, aos 14 anos, achei uma verdadeira chatice e não entendi o motivo da obra fazer tanto sucesso.

Em 2015, peguei novamente e fiquei apaixonada. Impossível não admirar os personagens que entram e saem de Macondo. O pai, os filhos e os netos com suas trajetórias no amor, na traição e na saudade.

Admiração eterna por Úrsula a matriarca do clã que vê sua família nascer e acompanha cada dor e alegria de cada um dos seus entes queridos.

Livro completa 50 anos em 2017

1- O livro é o pioneiro do realismo fantástico na literatura latino americana e já foi traduzido para 35 idiomas

2- O autor, Gabo, ganhou o prêmio Nobel de Literatura pelo conjunto de sua obra, em 1982. É dele também o “Amor nos Tempos do Cólera”.

3- Você descobre as características da América Latina entranhadas nos personagens que vivenciam guerras, amores e desilusões

4- Gabo era jornalista, sempre viajou e leu muito . Ele sofreu influências de Franz Kafka, o mexicano Juan Rulfo e o norte-americano William Faulkner.

5- Quando você termina de ler o livro, a solidão dos personagens toma conta do seu coração. Não uma solidão pesada, mas de saudade de cada uma daquelas pessoas que como você, chora e ri ao mesmo tempo com as alegrias e dissabores da vida.