O que sinto por você

Quando alguém te magoa, por quê não vale magoar de volta? Por quê não vale dar um tapa na cara? Por quê ficar quieto e ignorar?

Eu não quero te ignorar. Eu quero que você saiba que me magoou. Quero que doa em você também. Quero espernear igual criança, chorar, fazer a birra toda que tenho direito, pra você ver o quanto você me destruiu. Quero que você sinta culpa, quero que admita que o seu erro foi decisão sua, por mais que a vontade de o cometer tenha sido influenciada por alguma ou qualquer atitude minha. Cometê-lo foi escolha sua. Repetidamente. Assim como a minha vontade de marcar a sua cara com os meus cinco dedos também é influenciada pelas suas atitudes, mas eu escolhi não cometer o erro de quebrar o silêncio.

Pensar em você, ver fragmentos da sua vida, me dá nojo. Essa é uma sensação nova pra mim. Nunca pensei que sentiria isso por alguém, mas aqui estou eu sentindo náusea misturada com desgosto por conhecer a sua pessoa.

Eu não sou criança. Eu já vivi muito pra minha idade. Até hoje, não tinha me arrependido de conhecer as pessoas que passaram pela minha vida. Até hoje, nunca tinha sentido o que sinto por você. Parabéns.