Breve poema imoral e sensato sobre as paixões imorais e insensatas.

Se quer estar apaixonado

Peça que alguém

Olhe em seus olhos

E delicadamente

sua boca abra.

E nela enfie dois comprimidos

Um de ecstasy

Outro, Viagra