Tic-tac.

Não vejo a hora de um dia acordar sem imediatamente sentir aquele aperto no peito de saudade de você.

Não vejo a hora de conseguir passar um dia inteiro sem pensar em você e nem me dar conta disso.

Não vejo a hora de parar de pensar em como você deve estar, se já tá gostando de outra pessoa, se tá feliz ou não, se ainda tá confuso e ansioso, e se é isso mesmo que você tem agora que você queria pra sua vida.

Não vejo a hora de não conseguir mais lembrar do seu rosto. Ou dos nossos momentos juntos, ou das nossas piadas, ou de como era fácil estar com você.

Não vejo a hora de te esquecer de vez. Tá chegando?

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.