Benjamin

As pessoas sempre diziam que ele nunca estaria sozinho mas, nenhum deles nunca se fez presente. Possui total consciência dos desastres que envolvem as relações e por isso encobre-se no medo de fracassar. O futuro é incerto e torturador. O passado é a cobrança exagerada pela continuação de todas as evoluções, e será mesmo que foram evoluções?
Age como se o mundo fosse uma grande tela de cinema da qual houvesse decidido pela carreira de telespectador, um grande fã dos verdadeiros e grandes atores. Um melancólico e medroso admirador do qual não consegue ao menos se decidir sobre sentir ou não orgulho da lamentável posição da qual ocupa. Torna-se complicado e confortável o ser o maior crente da própria infelicidade enquanto as bilheterias do cinema continuam tentando vender as mesmas histórias das quais nunca dão certo. Acorda todos os dias apenas para desistir, comprovando sua reprova a maioria dos roteiros. Sua mente é feita de devaneios e eternos convites para filmes dos quais não possui a menor vontade de assistir.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.