West City, Texas

Lembro o quanto não havia receio em me aventurar durante a semana. Afinal, lá estaria você, na sexta-feira para juntar todos os meus pedacinhos novamente. Agora estou eu, dirigindo em direção a West porque você não o fará essa semana. Nem na próxima. Ninguém sequer saberá o quanto sinto muito. Por tudo. Por tudo o que eu jamais deveria ter esquecido ter ficado claro só agora. Talvez se tudo isso fosse um teste, provavelmente eu ainda teria tempo para me preparar para a recuperação.
Escrevo para você por já não aguentar meus diálogos comigo mesmo. Se é que posso chamar as intermináveis discussões de diálogo.
Peguei o carro com o objetivo de ir a qualquer lugar e tudo o que quero saber agora é onde o verdadeiro eu se esconde. Antes de chegar aqui. é como se me sentisse preso a algo, mas na verdade essa é a mais torturante liberdade.
Quando nos conhecemos, você era nada mais do que três adjetivos. Considero eles tanto quanto o brilho dos teus olhos. Sensível, orgulhosa e fiel. E não posso, eu simplesmente não posso exigir que deixe de ser fiel a ti mesma. Faz frio lá fora e deixa-me ainda mais sem força saber que não verei a sua ânsia por inventar mais uma daquelas receitas com chocolate que nunca deram certo.
Não sei mais como pontuar os aspectos que continuam surgindo. É completamente inútil separar as coisas entre positivo e negativo. Não somente porque no fim confirmaria o quanto essa era uma das tuas manias preferidas mas porque não há distinção entre lágrimas no escuro.
O cd do John Mayer continua no rádio do carro e suas jóias preferidas ainda estão no porta-luvas. Nós sempre viajávamos ao som de Your Body Is A Wonderland, sua música preferida desde que a inseri em nossa rotina cantando-a sempre apenas para dizer que te amava em uma das tuas linguagens preferidas.
Jamais deveria ter esquecido dos três adjetivos. Nunca tive cuidado com muita coisa. Meus brinquedos nunca duraram muito, mas há três anos atrás, quando te conheci, havia prometido a mim mesmo o quanto nunca deixaria você ir. Você sempre me ajudou a cumprir com todas as minhas promessas. Até mesmo com essa. Hoje de manhã quando nos despedimos, mostrou o quanto eu ainda era um pedacinho teu. Desfez-se da nossa única promessa em comum deixando-me ir. Mas de certa forma, ainda deixou-me inteiro. É uma pena que eu tenha me perdido pelo caminho. É uma pena. Mas você ainda está em mim.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.