Eu não consigo desabafar

Ainda não sou tão forte emocionalmente para deixar alguém se aproximar tanto dos meus sentimentos, na verdade até escrever sobre eles se parecem um tabu pra mim.

As vezes acho que não vale a pena ser meu amigo por causa disso, sou uma criança que não pode ser salva porque se recusa a ser salva se isso significa ter que falar sobre tudo que eu sinto.

As vezes tento ignorar as coisas que sinto, na tentativa de desviar a atenção de toda essa confusão, não falo sobre a vida, sentimentos, pensamentos ou outras coisas. Não que eu não me sinta íntimos das pessoas, até mesmo com pessoas realmente próximas isso é muito difícil, mas não me sinto a vontade, as vezes até me sinto despido quando tento, mas não significa que eu não confio nas pessoas que estão próximas de mim, só que eu não me sinto a vontade em compartilhar coisas tão intimas sobre mim.

Eu me sinto em uma corda bamba que consiste em fica equilibrado em um corda que me isola de todos que eu conheço e entre uma queda alta que me manda direto pra desaprovação dos conhecidos.

Por mais que eu escreva o quanto é uma merda não se senti assim eu não escolhi esse fato na minha vida, isso não é algo que eu consiga mudar facilmente, não é como se alguém de repente chegasse e eu tivesse um vínculo mágico com essa pessoa que me faça soltar tudo que eu guardo durante os anos e me sinta como uma nova pessoa.

No fim nada importa porque o que vai ficar é a sensação de solidão e injustiça por não conseguir depositar a confiança que as pessoas depositam em mim nela, por ter que aguentar as coisas que sinto, conquisto, escolho, tudo só, esse peso só pra uma pessoa tão pequena carregar sozinho.

No fim de tudo, quando algo me incomoda e alguém próximo ou de confiança pergunta, a resposta fria e automática sempre vai ser a mesma, como se já estivesse no meu sistema saber responder o casual e previsível: “Tudo bem.”

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.