200 soldados britânicos e americanos sem saída em Idlib, região de rebeldes islâmicos na Síria

Rodney Atkinson

Fontes na Rússia e na Síria, algumas conhecidas indiretamente a mim através de um contato confiável, relataram que “consultores” e “instrutores” americanos e britânicos para as forças da oposição síria estão sem saída em Idlib. Há tentativas frenéticas dos EUA e da Grã-Bretanha de pedir à Turquia ou à Rússia que ajudem a evacuar esses soldados. Mas a Grã-Bretanha se recusou a cooperar com os russos!

As forças da oposição local em Idlib incluem dezenas de milhares de elementos ligados à al-Qaeda, como Hay’at Tahrir al-Sham (HTS), muitos dos quais receberam passagem segura de outras partes da Síria, recapturadas pelas forças do governo. A Turquia, que apoia a Frente Nacional de Libertação, pediu à Rússia tempo para isolar o HTS, a fim de evitar um ataque.

A queda de Idlib seria o fim da última província controlada pelos rebeldes e abriria a estrada principal através da Síria, da Jordânia à Turquia. As tropas do governo sírio estão se concentrando para um ataque, navios russos se reuniram na costa de Tartous e a fase final da guerra síria parece iminente.

Há 200 instrutores britânicos e norte-americanos, sem dúvida com armas e inteligência importantes, sem saída e o Reino Unido quer que os turcos os evacuem para a base aérea de Incirlik, na Turquia. Isso foi aparentemente recusado.

Então agora os EUA estão implorando à Rússia para ajudar — ao mesmo tempo em que representantes dos EUA e do Reino Unido na ONU atacam a Rússia na questão do envenenamento de Salisbury!! Mas os contatos do exército britânico não estão cooperando com os russos. Por quê?

A Rússia tem alertado há semanas acerca de mais um falso ataque de armas químicas organizado pelos “Capacetes Brancos” (fundados pelos serviços de inteligência do Reino Unido) e há rumores de que a Rússia tem os nomes de especialistas em manipulação de armas químicas entre os britânicos sem saída em Idlib. A razão por que o exército britânico se recusou a cooperar com os russos pode ser que alguns desses especialistas britânicos tenham “especialidades” que humilharão os britânicos!

Essa não é a primeira vez que os EUA e o Reino Unido pedem ajuda russa para salvar suas tropas na Síria. O site conservador Freenations noticiou em dezembro de 2016 que 230 instrutores do Exército dos EUA e 54 soldados britânicos, 8 franceses e dois especialistas em artilharia holandeses estavam sem saída em Aleppo juntamente com jihadistas do ISIS cercados pelas forças sírias e russas.

Traduzido por Julio Severo do site conservador britânico Free Nations: 200 BRITISH AND US TROOPS TRAPPED IN IDLIB

Fonte: www.juliosevero.com

Leitura recomendada sobre a Síria:

Cidade liberta do ISIS ou ISIS liberto da cidade?

Capacetes Brancos fazem parte da al-Qaeda, não deixe que eles sejam reassentados na Europa — entrevista com parlamentar da Síria

Cristãos retornam para a Síria — mas não para o Iraque

Cristãos sírios para o Ocidente: Fiquem fora de nosso país

Apoiadores de Trump condenam decisão de lançar ataques aéreos na Síria

Trump está cedendo na questão da Síria?

A máquina de guerra e destruição de Hillary Clinton

Hillary provocará a Terceira Guerra Mundial ao confrontar Putin por causa da Síria, avisa Trump ao pedir que EUA lutem contra o ISIS em vez de Assad

O amor dos cristãos americanos pelo Estado amante de guerras está matando outros cristãos

Geopolítica pró-islâmica e anticristã: a ameaça aos cristãos no Oriente Médio

Perseguição aos cristãos segue no rastro dos EUA, Inglaterra e França em Kosovo, Líbia, Iraque e Síria

Por que a perseguição aos cristãos fica pior em todos os países que os EUA “libertam”?

Confirmado: Os EUA são o Principal Facilitador da Perseguição aos Cristãos

Reação síria islâmica e cristã ao ataque aéreo de Trump por causa de um ataque químico suspeito

A aventura malsucedida e imoral de Trump na Síria

Por que Trump está ajudando os islamistas de Obama na Síria?

Crocodilos neocons do pântano querem que Trump continue a guerra de Obama na Síria

Cidade liberta do ISIS ou ISIS liberto da cidade?

O que é neoconservadorismo? Quem são os neocons?

Evangélicos americanos criticam fortemente governo Trump por permitir a entrada nos EUA de apenas 21 refugiados cristãos do Oriente Médio em 2018

Like what you read? Give Julio Severo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.