VAI ENTENDER.

Queria não ser um monstro de vidro.

Queria esconder tudo que tenho vivido.

Meus sentimentos que faço questão de anotar em algum lugar.

Queria não sentir… Queria não sorrir…

Por dentro sou uma cachoeira que deságua num rio de lagrimas congeladas.

Por fora estou sorrindo e mentindo.

Queria não ter essa sede de amor.

Queria apenas ser alguém fria que tem como melhor amiga a dor.

Queria esconder o que sinto.

Mais se tornou um vicio escrever tudo por qualquer coisa que eu transforme em instinto.

Queria amar tuas palavras.

Mais me apego demais a contos de fada.

Queria ser forte e não andar arrastando meus sentimentos pelo chão.

Todos estão vendo através de meus olhos o que se passa em meu coração.

Queria apenas aprender a lidar com a solidão.

Não queria me tornar mais um caso nos jornais, mais sou do tipo que leva seus dias terem noites infernais…

By July.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.