Vai tarde, CsF

Saiu hoje uma boa reportagem no Nexo sobre o fim do Ciências sem Fronteiras, informação dada pelo Lauro Jardim, d’O Globo, no domingo.

Não gosto do governo Temer, muito menos do Mendonça Filho no MEC, mas reconheço que essa foi uma decisão acertada. CsF era um programa com uma ideia razoável, mas que ao fim e ao cabo se tornou um intercâmbio para classe média com dinheiro público — segundo a reportagem do Nexo, o custo do programa foi de R$12 bilhões entre 2011 e 2015.

Abaixo, um gráfico do costumeiramente excelente Mercado Popular sobre a distribuição por cor/raça no CsF.