Aquele adeus

A despedida mais triste da sua semana

O nome dela era Janaina. Sim, era. Ela se foi. E eu a vi partindo. Ela não sabia que eu a amava. Na verdade nunca tínhamos trocado sequer uma palavra. Bom, ela sim. Ela sempre falava comigo sorrindo. Não sei se era real ou não, eu só aceitava. Talvez por carência, não sei. Só sei que me sentia bem com aquilo.

Mas nunca mais o terei. Ela fazia, mesmo indiretamente, com que eu fosse doce o dia inteiro. E, por incrível que pareça, não era por conta das balas que vendia. Ah, que saudade. Acredito que perdi milhões do meu baixo salário em balas, meu dentista viaja pra sua casa de praia todo fim de semana por culpa de dela. Tudo bem, é por amor.

Mas ela se foi.

Ainda me lembro do nosso último encontro. Ela vestia um tubinho colante roxo e preto. Era praticamente todo roxo, pois o preto se confundia com sua epiderme ultra afro. Era linda. O contraste era incrível. A sua situação era análoga ao seu sorriso. O seu sorriso branco como algodão era análogo aos seus trapos sujos do ardor do dia. Isso, de alguma forma, me encantava sobremaneira.

Sempre me arrependi de nunca ter tentado trocar mais que “me dá dois pacotes, por favor” com ela. Acho que foi mais por não querer que ela perdesse o ponto de sua descida pra entrar em outro ônibus e vender suas mercadorias. Amor não encheria a sua boca, não é mesmo?

Mas… Ela se foi.

Será que em algum outro ônibus existia algum imbecilóide apaixonado por ela? É difícil que não houvesse, ela era encantadora.

As lembranças que ficam sempre me remetem ao acidente que a tirou de mim. Eu vi. Ela pediu pra descer e o motorista abriu a porta. Estava na pista do meio. Maldita malandragem carioca. Maldito motorista. Maldito corsa cinza de placa KJY 5538, com um senhor de mais ou menos 70 anos e acompanhado do seu neto. Malditos.

Eu sigo em frente. Você ficou. Vou te levar pra sempre. Com a vida não mais muito doce.

Adeus, Janaina.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.