Somos todos humanos
Gui Verdasca
308

Que artigo maravilhoso! Há alguns anos as empresas com mais flexibilidade à abertura para novos caminhos e muitos estudiosos têm avaliado como a construção de um ambiente mais humanizado pode fazer diferença nos resultados e na experiência que passamos aos nossos clientes. Deixou-se de falar em modelo de negócio Business-to-Business para voltar os olhares ao Human-to-Human e isso tudo que você relatou é um excelente ponto de vista sobre como podemos, olhando o ponto mais delicado de uma rotina, transformar vidas e fazermos a diferença! Parabéns. ❤

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.