Acabei de ver a palestra da Nataly Neri no TedX e vim falar.

Passei a vida toda e quando digo toda é real (só me toquei que podia falar a 5min atrás quando terminei de ver o vídeo) acreditando que não tinha o direito de me sentir desconfortável no meu corpo magro, afinal o corpo magro é o idealizado por tudo e todos, ter um corpo magro é estar dentro do padrão de beleza imposto, mas então porque cargas d’água eu não me sentia bem?

Esperei a menarca chegar trazendo meu corpo de “mulata exportação”, mas não veio esperei então a primeira transa que disseram “vai mudar seu corpo e cabeça”, mas não veio e ai hoje me dou conta que sendo preta, não importa se gorda ou magra, alta ou baixa você nunca será o suficiente e sendo magra e gorda é preterida e sendo o tipo mulata exportação ideal você sofre com os assédios, hiper sexualização e preterimento.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.