E o tempo voou

Gosto de passar o dia fazendo coisas sem um fim prático. Por várias vezes falei pra mim mesmo “Você tem coisas mais importantes que isto a fazer”. Mas quando não me envolvo com tais trivialidades em detrimento de compromissos os quais não se podem adiar, vejo meu tempo escoando por entre meus dedos. De um dia que se passa rapidamente, até um mês ou ano que sem perceber, fugiu de mim e sequer me deu notícias. Quanto mais invisto o meu tempo no que parece necessário, haja vista da vida que muitas das vezes não posso controlar,mais vejo meus dias se aproximarem do fim e não tenho feito o que mais deveria fazer. As coisas triviais e corriqueiras não fugirão de nós, mas não há um meio de alcançá-las se nós mesmos fugimos delas. E o pior, são por elas que um dia mais nos lamentaremos.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Anônimo’s story.