É complicado essa vida de obrigações

É preciso ter foco

Acho que eu preciso ocupar minha cabeça, perder o medo de viver, perder a insegurança, parar com o “será”. Eu tenho muito medo de arriscar, já me machuquei tanto… não me refiro à amores, me refiro à obrigações da vida, saber lidar, ser forte (uma coisa que não sou, forte). Sempre começo e paro por que não consegui da primeira tentativa.

Tenho medo da depressão

Preciso me estruturar, ter minhas decisões e sair desses pensamentos de que eu preciso e nunca começo. Não vou ter minha mãe pra sempre, eu sei, não vou ter essa vida boa pra sempre e, uma hora tenho que arregaçar as mangas e começar um caminho, ou dois, aprender a viver como adulta. A adolescência vai acabar (não queria).

Sobre trabalho

É o meu principal ponto de preocupação. – O que eu consigo fazer?

- Eu gostaria de acordar todos os dias e me arrumar ansiosa para começar a trabalhar de que?

- Eu conseguiria sem desistir fácil?

São perguntas que são fáceis de serem resolvidas e mais fácil ainda começar a fazer, mas martelam com uma profundidade em minha cabeça… é complicado essa vida de obrigações.

É necessário ter muita força de vontade e coragem acima de qualquer fraqueza.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.