A pressa da vida é uma arma sagrada.


Fujo do sorriso, da conversa e do agrado.
Fujo da presença, do encontro e da semelhança.
Corro quase que cansada de tudo que me agrada, devendo a mim mesma a ausência do afeto.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.