Atomicidade espelhada: UI e Front-end falando a mesma língua
Vitor Guerra
63817

Fala Guerra.. que bom que trouxe a atomicidade em pauta.

Acredito que tudo isso tem relação á um ponto:

Pensamento sistêmico
- Durante o artigo você deixou claro o desafio do Designer pensar igual o front. Esse ponto está ligado aos sistemas de sua interface.

Pense: Todos os átomos/bóson/quarks que compõe sua escala atuam sistemicamente com algo, independente o nível que está na escala, seja ele cor, tipografia, formas geométricas ou os próprios componentes em si.

Ou melhor dizendo: Não basta olhar para um conceito de página e pensar nos "elementos soltos" que compões ela pra ver os componentes, mas sim, olhar pra cada componente e tentar ver suas entranhas.

Aprofundando no tema, seria o mesmo desafio que os desenvolvedores utilizam para a abstração de objetos (tema que estou formulando em um artigo breve).

Nesse caso é criar regras universais que em conjunto geram um objeto. O maior desafio que o designer vai ter nesse primeiro momento é não travar, justamente porque estamos aprendendo a ser lógicos com nosso pensamento.

Outro ponto é o compartilhamento desses elementos. Hoje, utilizamos Craft que está pecando, pois o projeto é vivo e esses elementos tendem a evoluir constantemente e seu refresh dana um pouco o projeto, mas isso é outro papo.

Show! =)

Like what you read? Give Karuan Bertoluci a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.