O que você vê quando se olha no espelho?

FOTOS: Arquivo Pessoal

Em uma determinada sessão do programa de coaching que eu desenvolvi, faço essa pergunta aos meus coachees. Analisando respostas, percebi, em muitas delas, um toque crítico, sempre baseadas em crenças negativas e limitantes.

E você, o que vê quando se olha no espelho? Consegue se olhar e sentir carinho por quem você realmente é?

A nossa voz interior é nosso crítico mais severo. Não há ninguém tão cruel para nós, quanto nós mesmos. Quando eu dava aula para crianças do prezinho, elas se olhavam no espelho e diziam coisas fofas como “Professora, eu sou bonita?” As pré-adolescentes penteando o cabelo perguntavam: “Estou bonita, teacher?” Um dia me peguei questionando: quando, infelizmente, elas começarão a se olhar no espelho e duvidar da real beleza que existe nelas? Porque em algum momento, elas irão… Quando crescerem, como todos nós, presenciarão centenas de imagens por dia da beleza “ideal”. Anúncios irão dizer como conseguir o cabelo mais liso, mais brilhante, o cacheado perfeito; como se vestir sem ‘cometer erros’, qual o melhor look para cada situação, como se maquiar, etc. E, em vez de se sentir orgulhosas quando se olharem no espelho, dizendo a si mesmas que são lindas, seu crítico interno vai assumir, e cruelmente apontará ‘falhas’ e inventará um pouco mais. Você sabe exatamente o que eu estou falando….

Faça um teste: vá agora em frente ao espelho e fique alguns minutos olhando profundamente para seus próprios olhos. Pense na sua idade, nos momentos que já passou, nas histórias que você tem para contar, em tudo o que aprendeu em sua vida, o que conquistou, as pessoas que cruzaram seu caminho…

Uma das melhores maneiras de aumentar a autoestima é começar a apreciar-se e amar a si mesmo. E quando digo amar a si mesmo, não me refiro a tornar-se orgulhoso, arrogante e pensar que é melhor do que todo mundo, não significa tornar-se vaidoso e narcisista.

Acredite: tendo essa visão amorosa de si mesmo o ajudará a ampliar essa visão ao seu redor — seus relacionamentos, sua saúde e bem-estar, a manifestar seus sonhos, sua capacidade e aumentar sua autoestima. Amar a si mesmo e se conectar com Amor e se conectar com a Fonte. Amar a si mesmo aumenta a sua frequência, criando uma vida equilibrada, saudável e alegre.