Eco

Hoje tudo que eu toco gera um eco…

Um eco aborrecido

Reverbera uma alma vazia

Hoje eu queria silêncio absoluto

Ou só o som das ondas do mar

Nenhuma outra voz, nenhum som

Porque meu coração está triste

E não quer visita, nem festa

Quer ficar sozinho.

Like what you read? Give Katiana Diniz a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.