Notas para uma vida melhor.

Por Kátria Caroline

Você encontrará bondade nos lugares mais inesperados: nos olhos de um estranho, no calor de uma casa que não é sua e sob a sombra de uma árvore que você não plantou.
Você também encontrará dor e raiva, angústia e covardia, sorrisos falsos e elogios ocos e superficiais.
Mas nunca permita que qualquer dessas coisas entre em seu caminho e influencie negativamente sua maneira de sentir ou pensar o mundo. Ele ainda é um lugar bom!
Você vai precisar de pessoas… e elas vão precisar de você em troca.
Prepare-se para ser útil, para ser usado (mas não de forma destrutiva).
Deixe-se dobrar por causas dignas do desconforto de ir contra o seu eu natural. Ceda a coisas “maiores” do que suas ambições. 
O amor mudará você, eu prometo, mas somente se você abrir seu coração.
Veja, isso é algo importante sobre o amor: ele nunca força o seu caminho.
Então, deixe-o fluir. Ele vai salvar sua vida.
Ame (alguém), ame a si mesmo e deixe-se ser amado.
Perdoe-se de cada erro, cada passo em falso e cada falha.
Lembre-se de sua humanidade, aceite suas fraquezas.
Sim. Você pode ser melhor. Mas ser melhor é um processo. Não um acidente. E todo processo de crescimento é muito mais difícil sem amor.
Algumas coisas irão construí-lo, algumas coisas irão quebrá-lo — e você pode não ver nenhuma dessas coisas vindo.
A vida surpreende muitas vezes, talvez seja essa a sua magia.
Haverá dias de sol e inundações, muita risada e baldes de lágrimas, alegria no meio de tragédia e agonia em lugares que deveriam nos confortar.
A mesma planta que dá rosas dá, também, espinhos. E você não pode tomar um sem o outro.
Sonhe muitas vezes… aja com maior freqüência.
O mundo não pode viver só dos sonhos: faça a sua parte.
Falhas vêm com lições. Lamente, se você julgar que deve, mas não perca ou ignore o aprendizado.
Procure traçar um equilíbrio entre a esperança e a busca pela vida que você quer, mas não deixe essa busca governá-lo: há coisas bonitas ao longo do caminho, pare para apreciá-las.
E aí, lá na frente, quando você olhar para trás, eu espero que seus arrependimentos sejam pequenos ou quase que inexistentes e que o seu coração esteja cheio de motivos para fazê-lo sorrir. Espero que as lágrimas em seus olhos sejam de felicidade e gratidão. Que você tenha vivido sua vida, compartilhado uma vida e “tocado” tantas outras vidas mais.

Espero que você tenha paz.