Sobre equilíbrio!

Sempre ao decorrer dos meus quase 22 anos fui 8 ou 80 para exatamente tudo na vida, e sim eu percebia o quão me era prejudicial em vários aspectos, mas não fazia nada para mudar tal condição, porque a aceitava como algo inato e imutável em mim e apenas tentava lidar com as consequências, posicionando-me como vítima, não como algo previamente calculado, como em um jogo onde há manipulação, mas hoje posso ver com mais clareza os fatos.

Percebo que o equilíbrio é essencial para que vivamos bem, a vida é linda, mas não em todo o tempo, o que faz parte do equilíbrio da vida, se até a vida em toda sua imensidão em que nenhum grande filósofo, cientista ou religião consegue explicar com tamanha precisão sua exata definição se rende às necessidades do equilíbrio como nós triviais seres humanos não nos renderíamos também?

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Kelly Souza Barros’s story.