Mostre ao mundo tuas estrias, tuas costelas. Tuas olheiras e tua boca com dentes amarelos. Também queiras ser bonito ou bonita, se quiser; mas sejas tu.

Se pá, vá de chinelo; brinques de paletó com bermuda. Mudes, sejas outro e outra. Sejas mais que a roupa, mais que o ideal político, mais que o cabelo sedoso. Sejas alguém além de teus livros, instintos e carro novo.

Não dá mais tempo de se esconder; a vida acaba depois de amanhã. Quando seu corpo fora do padrão quiser aparecer, mostres tuas estrias e tuas costelas. Porque alegrias não vêm apenas de coisas belas. Alegria vem da liberdade.

Ser de verdade é minha definição para felicidade.
Like what you read? Give Kevin Gomes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.