Se a saudade bater, apanhe.

No entanto, o silêncio continuara e o choro engolira. No trabalho, ninguém percebera que morto estivera por dentro enquanto digitara aquelas linhas de código.

A cada dia a dor diminuíra, até que nada restara.

E então voltara, para torturar este coração masoquista em virtude a um outro amor.