Image for post
Image for post

O GetX uma biblioteca muito interessante e útil na construção de aplicativos em Flutter.

Ao combinar diversos elementos como gerenciamento de estados, rotas e injeção de dependências, permite um ganho de produtividade e performance no desenvolvimento.

Além disso há uma série de funções utilitárias como navegação, dialogs, internacionalização, validadores, tudo no mesmo pacote.

Se você está começando a codificar em Flutter e está perdido com gerenciamento de estados, recomendo fortemente a olhar essa biblioteca. Aproveite também para ver meus artigos.

Flutter e GetX — Criando uma aplicação para compartilhamento de recursos

Parte 1

Parte 2

O objetivo dessa postagem é apresentar a ferramenta de comando GetX CLI, que automatiza a criação de diversos artefatos como controllers, views e pages. É possível construir o projeto com a estrutura do get ou gerar em um existente. …


Image for post
Image for post

OBJETIVOS

Nesse tutorial vamos continuar a aplicação iniciada aqui.

Iremos implementar os controles e as interfaces do módulo home do aplicativo que desenvolvi no começo da pandemia para ajudar professores e alunos com os vídeos tutoriais sobre o Google ClassRoom.

MÓDULO HOME

Na pasta home vamos criar 3 arquivos e nomeá-los conforme figura 1.

Image for post
Image for post
Figura 1 — Arquivos do Módulo Home

Ao usar a biblioteca GetX estou arquitetando a aplicação conforme a indicação da documentação e também a estrutura sugerida por https://kauemurakami.github.io/getx_pattern/#home.

Assim, para cada módulo temos um arquivo que representa um Binding, isto é, permite desacoplar a injeção de dependências, realizando uma conexão entre as rotas e a a dependência. …


Image for post
Image for post
(fonte: https://bsnbrazil.files.wordpress.com/2014/02/4215a-verborragico.jpg?w=1014)

Nesses tempos de pandemia e até mesmo em outros tempos, quem trabalha com tecnologias educacionais (como eu) já deve ter ouvido alguém falar:

“Eu não entendo de tecnologia, minha função é orientar pedagogicamente…” ou “Isso não é comigo, cuido da parte pedagógica…” ou alguma variação, mas sempre nesse sentido.

Chego em duas hipóteses!

A primeira parece ser uma tentativa bem frustrada de diminuir um conceito em relação ao outro, de uma suposta carga de superioridade e valor.

Image for post
Image for post

A segunda, que me parece mais óbvia, o desconhecimento e a inabilidade de desenvolver profissionalmente e assumir a ignorância no tema.

Image for post
Image for post

Alguém avisa o(a) infeliz o século que estamos e principalmente devido a pandemia, os dois termos estão estritamente ligados e quase indissociáveis. …

About

KHERONN MACHADO

Professor e desenvolvedor

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store