Vou até o quarto, visto um tênis e fecho a casa. Assim que deixo o portão, uma brisa de vento passa no meu rosto. Naquele momento, eu estou em toda parte, mas ao mesmo tempo não sinto que pertenço a lugar nenhum nesse mundo…
O Poder Da Inércia
Iogo Chirola
637

O vento que traz, desfaz, refaz, distrai, recai, e dá paz. A fuga que é também o soco que nos lança ao chão, perante a alegria e estranhamento que se é estar vivo.
Lindo texto mais uma vez Iogo!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.