Começar de novo

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

…O título deste post é o que resta ao torcedor do Flamengo.

Domingo morno, de pouquíssimas emoções. Talvez o finalzinho do jogo do Vasco tenha sido exceção, com a pressão do time catarinense na tentativa do gol de empate. Por falar nisso, remando, remando, o Vasco vai dando sinais de que pode realmente escapar do rebaixamento. No fundo, em termos de emoção, o campeonato ficou restrito à briga para fugir do rebaixamento e, tenho a impressão que irá até a última rodada.

No nosso jogo, as figuras marcantes foram Cesar Martins, pelos inúmeros sustos — e pela furada de cabeça no gol de empate da Ponte — e o nosso bravo Guerrero que, depois de ser fominha, não passando a bola para o Sheik, no escorregão do zagueiro, deu um passe de peito, realmente espetacular, no bonito gol de Gabriel. E, só. Muito pouco….

Agora, resta aguardar a turma do futebol anunciar como a banda vai tocar no ano que vem, quem será o maestro e, quais serão as caras novas.

E, começar de novo…

Vida que segue…

Originally published at kleberleite.com on November 22, 2015.

Like what you read? Give Kleber Leite a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.