O real motivo pelo qual IA é difícil

Traduzido por Victor Tseimazides do original de Cassie Kozyrkov

Neste Natal, a avó do meu amigo finalmente descobriu no que o neto dela tem trabalhado por anos. Ele é um cientista de dados criado em inglês com um pouco de espanhol, o qual desenferruja em algumas ocasiões de família. A avó dele fala apenas espanhol.

“Até hoje, minha avó não tinha ideia do que eu faço da vida.”

Os rumores de ficção científica sobre no que os cientistas de dados trabalham — especialmente se nos especializamos em IA — cheiram um quê de ridículo, e então muitos de nós se encontram tendo que explicar suas escolhas de vida. É por isso que eu fiquei tão tocada quando soube que meu amigo compartilhou uma tradução em espanhol de um post do meu blog (La explicación más simple de Machine Learning que jamás habrás leido and ¿Qué diablos es Ciencia de Datos?) com sua família enquanto os visitava no fim de ano, e sua avó finalmente pôde dizer que entendê-lo e que estava orgulhosa do seu neto.

Este foi o primeiro Natal que ela pôde imaginar o que ele realmente fazia no trabalho.

Pela primeira vez ela entendeu que sua vocação não era algo vagamente ligado a robôs assassinos, mas algo profundamente bonito pela sua capacidade de fazer a vida humana melhor. Machine learning e IA te dão uma segunda maneira de falar com computadores. A maneira antiga dava instruções explícitas ao computador, enquanto que a maneira nova é dar exemplos — dados! Essa é a essência de IA.

Não deixe sua simplicidade te desapontar; alavancas também são simples, mas elas podem mover o mundo.

São momentos como estes em que eu me sinto mais encorajada à minha escrita. A razão pela qual eu escrevo (e geralmente desisto na metade das vezes) é fazer ciência de dados and decision intelligence acessíveis e fáceis de serem entendidos para todos os humanos.

Eu acredito que educação básica nas ideias é crucial para participar do futuro de IA para o qual humanidade inevitavelmente está caminhando, e eu me estremeço com a ideia de alguém ficar para trás.

Eu não quero que IA pertença apenas aos acadêmicos, especialistas, grandes empresas, e àqueles que falam o mesmo idioma dos bloggers populares. É uma mentira que IA aplicada é muito difícil e mística — aqui estão as reais razões pela qual é difícil hoje em dia:

(1) Automatizar em grande escala é difícil. Essas são as coisas sobre as quais eu faço todo tipo de barulho, mas não é um problema específico da IA. Fazer qualquer coisa em escala global é sempre de grande complexidade, desde fazer hambúrgueres até entregar resultados de busca. No entanto, em escala individual, pode ser bastante fácil, a menos que as ferramentas não sejam amigáveis. O que nos leva ao segundo ponto.

(2) As ferramentas existentes hoje em dia são horríveis. Sim, todas elas.

O que eu quero dizer? Simplesmente isso: a maioria das crianças de cinco anos de idade não conseguem usar as ferramentas atuais de ciência de dados. As ideias não são difíceis (entram exemplos, sai uma receita), mas as interfaces são. Elas podem até não parecer assim para os engenheiros ao seu redor, mas são assustadoras para aqueles que nunca escreveram um for loop. A boa notícia é que as ferramentas estão ficando melhores rapidamente. Em breve, não-especialistas poderão facilmente usar interfaces para remover todos os tipos de trabalho chato de suas vidas… contanto que eles saibam que isto há uma opção. Eu não gostaria de ver pessoas sendo excluídas de serem arquitetos de vidas melhores para si mesmos com IA só porque não podem ler inglês ou porque não estudaram matemática na faculdade.

A boa notícia é que as ferramentas estão ficando melhores rapidamentes.

(3) Testar uma aplicação importante requer expertise. Como estatística, eu provavelmente me inflamo sobre testes até no meu sono — ficar mal-humorada com a falta de rigor é um instinto profundamente arraigado no meu ser — então eu preciso me lembrar que há aplicações nas quais falhar não é um problema.

Algumas falhas são tão divertidas que elas são, na realidade, a melhor parte — por exemplo, esta receita de caracóis de manteiga grelhada gerada por IA, cortesia de aiweirdness.com. Eu te desafio a ler em voz alta sem dar risada.

Uma receita gerada por IA, cortesia de aiweirdness.com. Eu duvido que você leia sem dar risada.

Tais aplicações não precisam de rigor de testes nos padrões estratosféricos que fariam meus amigos estrábicos orgulhosos. Há uma diferença entre criar um medicamento que salva vidas e criar uma nova receita de manteiga por diversão. Eu faria um protesto imediatamente se decidíssemos que medicamentos não requerem mais testes estatísticos. E para aqueles não-acredito-que-é-manteiga… eu faço coisas malucas na minha cozinha o tempo todo, onde a única coisa que se aproxima de um teste é o alarme de incêndio.

Nos meus discursos e artigos, eu frequentemente defendo casos de uso da indústria, mas não vamos esquecer todas as aplicações fofas pessoais que trazem um pouco de alegria ou conforto. Eu tenho várias ferramentas personalizadas de produtividade baseadas em ML que permitem que eu aja como se meu dia tivesse 25h. Elas não são Importantes com I maiúsculo mas fazem minha vida um pouco melhor.

Eu adoraria que todos tivessem acesso a estas tecnologias — razão pela qual eu me orgulho de ser parte do Google Cloud… fazer ferramentas melhores e colocar vastos recursos computacionais nas mãos de todas as pessoas que não querem montar seu próprio datacenter é basicamente o motivo pelo qual nós existimos. Infelizmente, as pessoas ainda acabam sendo excluídas se elas não sabem o que é IA e que elas estão permitidas a se juntar à diversão sem terem que virar professores antes. Todo o non-sense de ficção científica sobre robôs realmente não ajuda nisso.

Eu não gostaria de ver pessoas sendo excluídas de serem arquitetos de vidas melhores para si mesmos com IA só porque não podem ler inglês ou porque não estudaram matemática na faculdade.

Todos deveriam estar participando das ideias de IA, e isso é o que me motiva a escrever. Sou apenas uma voz no meio de várias — e isso é ótimo, pois qualquer ajuda é válida. Gostaria de agradecer às pessoas que estão me ajudando a levar a mensagem para fora da bolha tecnológica de pessoas que falam inglês em que eu estou inserida.

Para aqueles de vocês que tiveram um tempo para compartilhar ideias de IA — minhas ou de outro alguém — com alguém que poderia se sentir excluído, por favor aceite um OBRIGADO de coração. Todo mundo merece ser parte disto, não importa quem são ou o que falam.

Aprenda mais sobre ciência de dados e inteligência artificial em português.