expresso

o cerne do verbo
sente saudade
é mansa contradição 
no paradoxo de algo-ser que nada é

pelas frestas da comporta
da imediata desatenção 
vê uma mostra que toma notas
e mostra que as toma com pesar

denotada afirmação que se valha
de toda falível concepção
e de toda internalizada pobreza
na silhueta torpe da emoção