Nem sempre a falta de esperança surge depois de um momento de “fodice”.
Rafael Cavalcanti
21

Acho que o momento de “fodice” também pode ser substituído por aquele momento em que as coisas estão, minimamente, no seu devido lugar. Daí começa uma derrocada, como você bem falou: inferno astral; nada parece estar nos eixos.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.