Ela estava sozinha no quarto sentindo o frio entrar pela janela ouvindo música e pensando que um dia iria ter a vida parecida c a letra daquela música: um grande amor, um sonho em comum, morar numa casa nova com um belo jardim…ser feliz com esse amor dia e noite nunca cansar porque o perdão sempre iria vencer e o amor deles reinar…de repente o amor apareceu mas não era igual a música, era diferente, era uma coisa repleta de obstáculos, diferenças, falta de tempo e com uma multidão envolvida…não tinha casa nova e sim apartamentos(separados) pequenos sem jardim nem varanda…e todas essas grandes coisas não atrapalhavam aquele pequeno sentimento real puro alegre…esse tempo e espaço não foi contado nem percebido a realidade era subjetiva e sem explicação … nós já se conhecíamos? Eu já escutara sua voz? Eu ainda lhe sinto sem vc aqui? Passou e ficou…e não restou magoa, saudade nem dúvidas …o segredo foi revelado, eu ele somos um e esse sentimento é universal dado a qualquer um a dois a três …apenas com essa ressalva foi só vc q me mostrou a verdade do amor…
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.