Passava as noites em claro, customizando, descosturando as conjecturas do mundo;mas que mundo quadrado!

Quase nem via o teu nome na lonjura da estrada: placas, neblina, paradigmas indecorosos — desejosos por mais.

Dadaísmo analfabeto

Login Incorreto

eu te amo, jamais.

Alguém me chamou, mas nao há ninguém. Antes de nascer nós ja pressentíamos isso: o escuro, molhado, nos buracos da noite. Coisa obtusa, noturna, que ouve.

Passava as noites em claro: a manhã nunca erra. Ao caos da noite nasci dedicada — ao brilho da vida, pudera.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.