Aprendi a escrever numa lage de lousa com um ponteiro. O som desse telúrico lavrar letras nunca mais me esqueceu! (nada tem a ver com o actual e e “modernaço” teclado - polifonicamente — irritante da tec de hoje).

Assim cresci e medrei intelectualmente.

Sugerem-me, agora, um “telefone-esperto” que impõe escrever com os dedos num virtual teclado! O regresso (ultra-moderno) aos tempos das gravuras pré-históricas?! … reflecções em tempos d’ócio.

Like what you read? Give manuellagesbernardo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.