04.05.17

esses dias, eu senti falta dos irmãos que eu não tive. eu não costumo falar sobre isso porque, secretamente, me dói. quando aconteceu, quando minha mãe perdeu os bebês, eu pensei que devia ter sido pra melhor… que talvez a gente não fosse conseguir dar conta de duas crianças. falei a gente porque com certeza seriam minhas também, porque eu sentia que era assim. no fundo, foi como se tivessem tirado os filhos de mim também. mas eu procuro não demonstrar nada sobre essa história, conto ela como se fosse muito natural, porque eu acho que não tenho muito direito de chorar por essas crianças. mas eu choro por dentro. nem ouso tocar no assunto com a minha mãe, nem com ninguém, nem mesmo com o terapeuta, mesmo sabendo que talvez isso seja importante na terapia, sei lá. que se foda. acho que esse sofrimento só diz respeito a mim. o sofrimento que eu nunca fui capaz de externar. nem chorar eu consigo… pra você ver.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.