Dia mundial do hambúrguer: como foi?

Dia mundial do hambúrguer que fala, né?

Eu fico MUITO feliz que São Luís esteja realmente abraçando a cultura hamburgueira. Nessa semana que se passou, a semana do dia 28, nós tivemos VÁRIOS eventos, diversas promoções e muita, muita gente mesmo querendo comer hambúrguer.

E hoje eu vim falar pra vocês, mais uma vez, sobre DOIS HAMBÚRGUERES. E, claro, um pouquinho da minha experiência no dia mundial do hambúrguer.

No dia 27, domingo, como parte das comemorações, estive no Burgernation, evento do chef Vinicius Maciel que trouxe duas receitas especiais de hambúrguer.

O evento, em parceria com o Restaurante Esplanada, na Cohama, tinha senhas limitadas com preço fixo era R$ 25,00 e você tinha direito a um hamburgão e acompanhamento de onion rings.

As receitas foram surpresa e eram escolhidas na hora.

No dia tivemos:

Pão de leite, blend 200g, carne de sol desfiada com queijo coalho gratinado no topo, pimenta jalapeño em conserva e maionese caseira, ou pão de brioche, blend 200g, manteiga de gorgonzola, Chips de batata crocante, fatia de bacon e maionese.

Provei os dois, claro.

Gorgonzola é amor

Ambos estavam DELICIOSOS. Não tenho certeza das carnes usadas no blend, mas a combinação era realmente muito gostosa, feitas na brasa e bem servida.

Hoje em dia não é todo mundo que manda 200g de carne pra mesa.

Das duas opções eu gostei mais da segunda, com pão de brioche super macio, a manteiga de gorgonzola que deixou a combinação super suculenta e CANDY BACON.

Puta que pariu, candy bacon. Excelente.

A combinação de pão de leite + queijo coalho, que eu achei que ia ser a estrela da noite, ficou abaixo por causa do Jalapeño, porque sou fraco pra pimenta mesmo. Um amigo acabou recolhendo todos que eu “acidentalmente” deixei cair no prato.

A cebola empanada merece um paragrafozinho à parte.

Olha essa coisa linda!

Primeiro, porque não é todo mundo que faz Onions, o que por si só é um grande erro.

Segundo, porque quem acaba fazendo, não faz tão bem quanto a equipe do Burgernation.

E estava deliciosa. Crocante, grande, bem empanada. Totalmente diferente da cebola industrializada que acabamos encontrando por aí. Meio fria, talvez…

Mas ainda assim não tira o brilho deste magnânimo acompanhamento. Parabéns. Quero mais.

Defeitos? Acho que só um.

Queria a carne mais ao ponto. Veio bem passada. E só posso imaginar a suculência do pacote completo se estivesse com uma carne vermelhinha e aquela manteiga de gorgonzola misturando tudo…

Facilmente entrou no meu Top 10 e estarei no próximo Burgernation com certeza.

E você deveria ir também.

E no dia 28?

Bom, nesse dia eu rodei um pouco…

A primeira parada, quando saí do trabalho, foi no evento do Bunker, Descovi e Burgernight no Golden Shopping.

Essas são as cenas que você vê no começo do vídeo, by the way.

E, cara, tinha MUITA GENTE.

Hambúrgueres de R$ 10,00, cerveja do Duobus, competição de fast eating com prêmio de R$ 300,00…

Só um parênteses rápido. Perceberam que eu disse CERVEJA do Duobus?

MERMÃO, LEVA TEU HAMBÚRGUER PRAS PARTE! Puta hamburgerzão bom!

Sim, rolou promoção na loja do Duobus, no Pinheiros, mas o burguer merece estar lá ao lado dos grandes no evento principal. FÁCIL.

Continuando…

Meu plano era comer um de cada e foi impossível. Não consegui comer nenhum, na verdade. As filas estavam dando voltas. Tanto a fila de pagar quanto a fila de receber.

Até ficamos um tempo na fila do Bunker, mas cara…

Não tinha local pra sentar, MUITA gente, outra fila gigantona pra receber. Fome batendo.

#Partiu.

Fomos ao evento do Ogro, na Casa do Ogro, claro, que você ainda vê em um framezinho do vídeo.

A marca do Ogro no portão da casa. SOON

Bem mais “de boa”, cheio, mas sem exageros, o Senhor Thiago Ogro atrás da grelha, um combinadozão entre o Ogro Burguer, Cozinha Guidô e Rolo Burguer ( QUE EU QUERO MUITO PROVAR). Poxa, não podia ser melhor, certo?

ERROU, OTÁRIO.

As combinações do cardápio, que eu esqueci de tirar foto, pareciam EXCELENTES. De verdade.

Porra, tinha um hambúrguer co-criação entre as três casas.

Mas tava custando vintão. O que é até um preço ok, o preço normal.

Mas no fim de mês, dia mundial do hambúrguer e a cidade cheia de promoções…

#Partiu.

E então fomos ao B. Burguer.

Foi a terceira opção? Foi. Admito que até o começo da semana o B. Burguer tava bem embaixo no Top 10.

Mas esse último dia 28 mudou tudo.

Pra começar… Cheio, mas nem tanto. Visto que até conseguimos uma boa mesa.

Só uma opção nesse dia, o B.Tradição: blend de 160g, queijo muçarela, maionese, chutney de manga e alface por R$ 12,00.

montagenzinha vista de perto

Sinceramente, SENSACIONAL. O melhor B.Burguer que eu já comi.

Mesmo com fila e com a casa lotada, foi a melhor experiência que eu já tive no local.

Ponto PERFEITO, gostinho de brasa, o hambúrguer não tava uma loucura de sabores, MENOS É MAIS.

Comeria outro

OLHA ESSE PONTO

E, cara, agora que o B.Burguer está oferecendo sanduíches “montados”, isso acaba completamente com a síndrome de Subway, como bem expliquei no meu review da casa.

Fico muito feliz que o destino me conduziu dessa forma na segunda-feira, porque o B.Burguer definitivamente subiu MUITO no meu conceito e galgou várias posições na lista de melhores hamburguerias da cidade.

Bem vindos ao Top 5.

Sim, eu ainda preciso publicar essa lista completa, não é?

Por hoje eu vou ficar devendo.

Vejo vocês em breve.