Projeto Na Minha Estante

Todo ano eu e eu fazemos um acordo extra-oficial: ler ao menos 12 livros. Menos que isso é o fim do mundo.

Eu sei, 12 livros não parece muito, mas quando o ano começa, me sinto como se não tivesse tempo pra nada – e sendo sincera, eu dou prioridade a coisas mais fúteis, que não me trazem o mesmo nível de aprendizado e cultura.

Então, em 2017, resolvi documentar e institucionalizar a minha experiência de leitura, pra torná-la mais prazerosa e efetiva!

Manterei a minha meta mínima de 12 livros, mas agora com algumas regras e desafios. São eles:

  • Durante todo o ano, as continuações de As Crônicas de Gelo e Fogo (Game of Thrones) serão livros simultâneos à minha lista. Lerei no mínimo 2 capítulos por semana. O objetivo é sempre ter algo para ler, mesmo quando a minha lista acabar;
  • Séries de livros serão contadas como um livro só. Por exemplo: se eu fosse ler Harry Potter, os sete livros contariam como um único livro na lista dos 12. Não importa quantos volumes, terei de acomoda-los dentro do meu ano;
  • Vou escrever um post no Medium pra cada livro que eu acabar de ler. Contando um pouco da história, criticando-a positivamente ou construtivamente, e principalmente, compartilhando meus aprendizados com a história;
  • O espaço temporal servirá de guia, e não de ordem. Via de regra, lerei um livro (ou uma série deles) por mês, e dois capítulos de GoT por semana – mas posso adiantar e atrasar minha leitura, de acordo com meu tempo livre e a extensão das histórias;
  • Pela primeira vez, eu defini meus 12 livros no início do ano, ao invés de ir escolhendo com o passar dos meses. Se houver algum lançamento que eu queira muito ler, precisarei acomoda-lo sem atrapalhar minha lista inicial;

E o processo de decisão foi bem extenso, diga-se de passagem. Levei em consideração livros que sempre quis ler e nunca dei prioridade. Pesquisei por indicações e novas histórias. Tentei intercalar tramas para não enjoar, entre romances e mistérios, ficção e realidade, leituras longas e mais rápidas. Levei em consideração cada época do ano, e o que pretendo estar vivendo então, pra que a leitura seja coerente com o meu momento pessoal, e o contexto externo.

Vamos aos livros:

  1. Atlas de Nuvens – David Mitchell
  2. O Segundo Sexo – Simone de Beauvoir
  3. Alta Fidelidade – Nick Hornby
  4. It (A Coisa) – Stephen King
  5. Perdido em Marte – Andy Weir
  6. Viva o Povo Brasileiro – João Ubaldo Ribeiro
  7. Olhos de Cão Azul – Gabriel García Marques
  8. Trópico de Câncer/ Trópico de Capricórnio – Henry Miller
  9. Trilogia Fronteiras do Universo – Philip Pullman
  10. Ventania – Alcione Araújo
  11. Dom Casmurro – Machado de Assis
  12. Contos de Natal – Charles Dickens

Foi um processo complexo, escolher os 12 livros que entrariam na lista de 2017. Na verdade, 9 finalistas ficaram de fora, e eu os chamarei “lista de espera”. Caso meu projeto se adiante, vou lê-los também!

Eles são: A Trilogia de Nova York – Paul Auster, Em Busca do Tempo Perdido – Marcel Proust, Alice (Comentado) – Lewis Carroll , Feliz Ano Velho – Marcelo Rubens Paiva, David Copperfield – Charles Dickens, A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón, Laranja Mecânica – Anthony Burgess, Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley, As Vinhas da Ira – John Steinbeck.

Se você chegou até aqui, convido-@ a participar do projeto também. Crie a sua própria lista de livros, ou leia a minha! Mas leia.

Tenha sede pelo aprendizado e pela fantasia. Ambos alimentam a alma, e fazem sentir mais completo, mais feliz.