uma questão de detalhes

a vida segue acontecendo nos detalhes, nos desvios, nas surpresas e nas alterações de rota que não são determinadas por você. (Martha Medeiros)

sempre me encantei com o mundo dos detalhes por eles possuírem a delicadeza de serem só teus.

me assusta não lhe interessar ver o pôr do sol, por exemplo. me interessa saber o que te interessa no lugar.

o jeito que esse texto te cai, depende de você e quase nada compete a mim.

o que seu olho enxerga?

o que atrai tua atenção?

as bagagens que trazes definem a cor e a densidade de tudo o que te afeta.

desculpe não saber descrever a roupa que ela usou… mas, se eu descrever meus olhos, você fica?

talvez ache simples demais. poético de menos. patético.

pode ser.

mas, talvez, você goste de me ouvir falar sobre o jeito livre que gaivotas passeiam lá em cima.

a forma que me encanta o encontro das luzes e a harmonia do céu azul se dissolvendo à noite.

a fumaça que sai das bocas, o cheiro do café invadindo a casa, a sensação de dirigir e ouvir sua música preferida.

detalhes são sedutores, doces… poesias que mantém meus olhos fixos e móveis. atentos, também disponíveis.

segundos são frações que conquistam, e quando essa carga de observação atravessa eletricamente meu corpo, sinto a vida.

é meu momento de paz, euforia, paixão e arte.

o tanto que detalhes me inspiram, eu nunca vou entender.

só agradeço por me apaixonar pela vida todos os dias.

e você, do que tu gosta?

me interessa saber.


se quiser bater um papo, é so chamar: @laricarvalh

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.