Como eu aprendi marketing digital sem sair de casa

Em maio de 2017 passei por uma mudança na minha carreira. A empresa, para a qual eu trabalhava, realizou uma reestruturação e eu fui demitida. Natural, ainda mais no mercado atual, que passa por um momento de crise.

Como qualquer outro profissional, logo comecei a atualizar o currículo e partir em busca de novas oportunidades na área de comunicação. Aprendi muito durante o período que estive nessa empresa sobre redes sociais, desde elaborar cronograma de postagens até criar ações específicas que deveriam gerar mais buzz.

Entretanto, toda a bagagem prática não era suficiente para me recolocar no mercado de trabalho. As empresas estavam exigindo muito mais. Elas queriam um profissional criativo, com boa redação, mas também que soubesse lidar com números.

Bom, números são meu ponto fraco. Quando me formei em jornalismo, em 2012, o Facebook tinha chegado a pouco tempo no Brasil. O Twitter ainda estava ganhando terreno. Instagram tinha acabado de lançar a versão para Android (o sistema do meu celular desde sempre) e Whatsapp, então, era um sonho distante.

Já deu para imaginar que não aprendi nada na universidade sobre essas mídias, não é mesmo? Nem quando fiz o MBA em Marketing Estratégico, em 2013, consegui me aprofundar na área de relatórios e análises em redes sociais. O marketing digital na grade curricular ocupava um espaço reduzido.

Nesse contexto, tudo que sei sobre a área foi por meio de cursos online ou presenciais curtos, além da prática no trabalho. Embora é interessante esse processo de aprendizagem, você não consegue se aprofundar em todos os segmentos. O que eu fiz? Resolvi que iria me dedicar a fortalecer essa habilidade. Afinal, queria me tornar uma profissional mais completa.

Mas como me aprofundar na área, com um curso qualificado e sem precisar sair de casa? Foi aí que encontrei o programa Nanodegree Marketing Digital da Udacity. Escolhi o curso por três motivos:

  • poderia fazê-lo online, sem sair de casa, o que é mais cômodo e não atrapalhava a minha rotina na busca por um emprego;
  • é uma instituição reconhecida na área de educação à distância e no segmento, além de ter montado um programa com grandes parceiros do segmento, como Google, Hubspot e Facebook;
  • oferecia projetos para praticar todos os conceitos aprendidos. No final, esses projetos se transformam em um portfólio que pode ser usado no banco de talentos da própria Udacity.

O resultado? Aprendi a usar ferramentas, como o SemRush, Google Analytics, calcular ROI das campanhas e ainda novos insights para melhorar a parte de produção de textos. Quanto ao emprego, eu consegui, durante a realização do curso. Claro, que o curso não foi o motivo principal, mas contou como diferencial no meu currículo.

Se você também quer aprofundar seus conhecimentos no mercado de marketing digital e precisa de mais flexibilidade, o modelo da Udacity vale a pena.