Trainee J&J — Larissa Ferrassi Garcia

Olá, meu nome é Larissa Ferrassi Garcia, tenho 23 anos e moro em Vitória, no Espírito Santo. Atualmente estou cursando o 10º período do curso de Direito na Faculdade de Direito de Vitória — FDV, e me falta pouco tempo para formar (37 dias, mas quem está contando?).

Bom, quanto aos meus gostos pessoais, me interesso muito por cultura pop, leitura (participo de alguns clubes do livro e tenho uma estante bem extensa em casa, que é o meu xodó), degustar um vinho com os amigos, programas culturais, dança e música. Por vezes digo que a minha vida é sempre regida por uma trilha sonora, mas é que a música mexe muito com meus sentimentos.

Pode soar até clichê, mas eu de fato sou muito interessada em atualizar meus conhecimentos e aprender coisas novas. Aos 21 anos juntei dinheiro e comecei um curso de Francês. Na mesma época, comecei a estudar italiano sozinha. Eu tenho muita vontade de conhecer o mundo, e poder me comunicar bem com as pessoas, então invisto muito em mim mesma, pois penso que é o melhor investimento que posso fazer na minha vida: investir em conhecimento, qualquer seja a forma.

Ao mesmo tempo, também me especializei em maquiagem e design de sobrancelhas, e hoje consigo ter uma renda autônoma própria com meu negócio próprio. Me dediquei muito, montei uma estratégia de marketing e divulgação, treinei bastante… Creio que seja uma das coisas que mais me orgulho de ter feito/desenvolvido na minha vida. Eu corro muito atrás, não gosto de deixar sonhos e metas pra depois. Sempre busquei independência financeira, e não deixei isso como uma mera meta no papel.

Além disso tem o meu curso de direito, que ainda não falei muito sobre ele. Bem, eu comecei o curso com a certeza de que prestaria concurso público, e hoje sou alguém completamente diferente. É engraçado como a vida muda a gente. Sempre fui muito fiel aos meus princípios pessoais de ser SEMPRE ÍNTEGRA, verdadeira e apaixonada por tudo que faço, então não condizia comigo seguir algo que não sinto verdade ou paixão. Descobri que gosto da advocacia, que gosto de empreender, que gosto do meio empresarial, que quero atuar e crescer DENTRO DE UMA EMPRESA. E foi aí que descobri o que eram os TRAINEES. Pesquisei muito, e me coloquei como meta conseguir avançar em processos seletivos daquelas que admiro.

Da mesma forma que uma empresa nos escolhe e nos seleciona, também acho que devemos escolher aquelas que não melhores pra nós e combinam mais conosco, e por isso me inscrevi somente em processos seletivos onde eu ACREDITO na empresa. Por isso, estou aqui tentando o processo seletivo da J&J, pois me identifico com a identidade da empresa, a admiro e sei sobre a sua reputação, e creio que seria um ambiente de trabalho incrível. Tenho altas expectativas.

Busco na minha carreira um ambiente de trabalho e uma vaga que me permita aprender, descobrir e desenvolver meu potencial, atingir e melhorar a vida do próximo e agir com integridade sempre. Reconhecimento surge a longo prazo com a dedicação.

Me orgulho muito da pessoa que sou hoje em dia, pois sei que sou uma mulher que lutou muito para permanecer em pé até hoje. Passei por dificuldades pessoais, familiares, financeiras… Sofri. Sofri DEMAIS. Eu acho a minha história muito bonita, mas foi uma trajetória de muita humilhação, dificuldades e medo. Fui obrigada a ser adulta muito nova e a assumir responsabilidades muito importantes dentro de casa já aos 10 anos. Minha mãe teve um câncer muito agressivo, entrou em depressão e estava sempre em tratamento. Meu pai, muito ausente e agressivo, não dava auxilio emocional e mal mal a sua presença dentro de casa. Eu com 10 anos me tornei a figura paterna do meu irmão 7 anos mais novo e foi assim por muitos anos.

Ajudava muito em casa, tinha responsabilidades, fazia tudo por amor. Aos 15 anos entrei em depressão, e foi severa. Já busquei a morte muitas vezes, já tentei desistir, mas sempre conseguia dar a volta por cima, erguer a cabeça. Trato a depressão até hoje, e vou te dizer, não é fácil. Tem dias que são terríveis, mas permaneço com fé pois sei que tenho um propósito de vida maior que isso, que é fazer o bem ao próximo, tocar a vida do outro, e que tenho condições de fazer isso. Eu acredito muito que o bem cria mais coisas boas, e busco ser alguém do bem, íntegra em TUDO QUE TODO, TUDO QUE FAÇO.

Fico mais feliz ainda por saber que as pessoas que convivem comigo, que andam do meu lado, me veem como alguém sempre alegre, empolgada, ativa, muito grata por tudo que fazem por mim e para mim, NADA ACOMODADA… Estou sempre sorrindo, mesmo nos problemas. Acho que a característica que mais citam é que sou engraçada, que estou sempre empolgada e fazendo comentários divertidos. E é assim que eu quero ser lembrada quando não estiver mais aqui, como alguém feliz, que viveu da melhor forma que poderia, nos limites das minhas dificuldades.

Acho que os demais problemas não cumpre dizer aqui, pois foram coisas muito negativas que não vale a pena reviver, mas foram essas dificuldades que me trouxeram até onde estou hoje, que moldaram meu caráter, que me permitiram aprender que nossos problemas não são maiores que o mundo, que as coisas não caem do céu e que tem que ter garra pra viver. Eu não faria nada diferente, nem os meus erros mudaria, errar me permitiu aprender o que é arrependimento genuíno. Eu aprendi com meus erros a PEDIR DESCULPAS e não ter nenhuma dificuldade em admitir quando estou equivocada.

Dito tudo isso, eu tenho como meta a vaga de Trainee da J&J. Não acredito em “merecer”, mas acredito em “conquistar”, e estou dando tudo de mim para conquistar esse objetivo. Obrigada por tirarem um tempinho para ler a minha história.