Nossa montanha russa


Eu não queria te fazer triste e nem quero, mas mesmo sem querer as vezes fazemos. Nem tudo conseguimos impedir, uma frase mal colocada, um acento a mais e tudo muda, a interpretação pode ser diferente. Não podemos prever tudo e nem nada na verdade.
Tudo o que queremos era apenas a felicidade, porém o que seria dos momentos felizes sem os tristes, não dá pra valorizar algo que temos sempre, é quando o perdemos que realmente sentimos na pele. Eu só queria te fazer feliz e sempre quis, mas mesmo querendo não é o bastante.
Minha mãe me ensinou desde pequena que os tombos são inevitáveis, isso vai do tombo do balanço do parquinho da esquina até no mais alto no balanço da vida. Mas uma coisa eu posso te garantir, eu vou ta contigo quando estiver o dia mais ensolarado e nos dias de chuva eu vou te proteger como um guarda chuva, vou sugar suas lagrimas e pular pelas poças, você as vezes pode até dar uma escorregada, mas eu vou está lá pra segurar sua mão na caixa de areia. A vida é composta de altos e baixos, e eu vou estar lá em todos eles.
A nossa montanha russa é gigante e nela contem mil emoções, de todos os tipos, as vezes estamos gritando de felicidade, outras morrendo de medo, mas são os momentos de frio na barriga que faz todo o percurso valer a pena.
Por você eu esperaria mil horas na fila só pra desfrutar minutos de emoções. Por você depois de minutos de emoção eu voltaria na fila só pra viver tudo novamente, porque com você vale a pena fazer essas loucuras de amor que falam por ai.
— Larissa Freschi
Like what you read? Give Larissa Freschi a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.