Karin Betiati

Descrever um sentimento é algo que vai muito além da minha capacidade, porém acredito que se conseguir descrever a experiência, talvez então consiga me compreender.

Aparento ser uma pessoa que esta sempre feliz, uma pessoa que conversa sobre seus sentimentos, problemas e dificuldades, embora as aparências enganam. Ser uma pessoa que aparenta estar sempre bem e alegre é a minha defesa, uma armadura que poucos conseguem enxergar além.

No 1° semestre de 2017, eu estava completamente perdida, presa em meus problemas e dificuldades, o mar estava revolto e não aparentava que iria e acalmar.

Meu avô que é muito religioso (assim como eu), me dizia desde minha infância que Deus não nos daria batalhas maiores do que poderíamos vencer e que mesmo que eu não pudesse compreender Deus estaria cuidando de mim. Naquele período da minha vida me questionei se ele estaria olhando por mim ou não, eu estava completamente sem fé.

Foi então que ele me deu a melhor sensação, algo que jamais imaginei sentir. Já viu Deus em alguém? Pois, eu vi Deus em você!

E nós conhecemos e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor e quem está em amor está em Deus, e Deus, nele.” 1 João 4:16

Você foi além do que estava explícito. De uma maneira que eu não consigo compreender a senhora conseguiu ultrapassar a armadura e pode perceber que minha alma não estava bem. Possivelmente não ira se recordar, mas preciso que saiba que eu jamais irei esquecer.

No momento em que veio falar comigo, eu não fui tratada simplesmente como uma aluna que estava somente de corpo presente na sua aula, mas sim como alguém que estava com problemas, que estava lutando pra vencer. Quando me abraçou no final da nossa conversa, eu sabia que meus problemas não haviam sido solucionados, mas soube também que Deus estava olhando por mim.

Deus deu seu único filho para salvar o mundo, e de alguma maneira ele também mandou você para me salvar. Obrigada por ser uma ótima professora e alguém com uma alma linda.

Vou sempre orar por você.


Atenciosamente, Larissa Neumann

Like what you read? Give Larissa futura jornalista a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.