“O que é o amor?”

O que é o amor, eu não sei. Pensei que com minhas próprias palavras poderia descrevê-lo, mas como descrever algo tão amorfo? Algo que por cada pessoa sentimentos uma coisa diferente, mas dizemos que é amor.

Tenho certeza que pelo seu primeiro namorado o amor, se é que foi sentido mesmo, não é o mesmo que se sente pelo atual. Tenho certeza também que se eu te perguntar, você irá me responder que eram amores diferentes. Outra, é que o amor que a mãe sente pelo filho é indescritível, sendo assim, como escrever sobre o que é o amor?

Muitos poetas o fizeram, como Vinicius de Morais em seus inúmeros poemas, mas será que algum deles chegou à conclusão? Não posso me esquecer dos Românticos, sendo que o que mais me impressionou foi Camilo Castelo Branco em seu livro Amor de Perdição, quando descreveu o amor como um sofrimento total, em que todos os personagens não correspondidos morreram.

Então quer dizer que o amor é morte? É sofrimento? Talvez, talvez. Mas como disse anteriormente o amor é amorfo. É abstrato e principalmente indescritível. Às vezes, é tanto amor que nem se sente. E como diria Camões: “é ferida que dói e não se sente”.

Like what you read? Give Laís Stefani a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.