Parte integrante do zine Como Sobreviver a Dias Toscos — La Tosca Inc, 2019

por Ronaldo Bressane ilustração Eduardo Kerges

PROTEÇÃO-REPRESSÃO: VOCÊ TEM MEDO DO QUE? // Eduardo Kerges @eduardokerges

Exerça a empatia. Troque um dia de lugar com o mendigo na esquina. Quando voltar para casa, se suas chaves não abrirem a porta, cumpra seu destino. Há 100 mil pessoas vivendo nas ruas de uma cidade como São Paulo. Mais uma não vai fazer mal.

Saia das redes sociais. Pare de ler jornais. Não assista à TV. Jamais converse com o taxista. Evite falar com quem pensa diferente de você. …


Parte integrante do zine Como Sobreviver a Dias Toscos — La Tosca Inc, 2019

https://www.instagram.com/maricasalecchi/

Mudar o mundo é importante, e manter-se minimamente confortável nele
é fundamental. Ninguém quer ir a luta alguma com a cueca apertada. Se precisamos estar em trincheiras, vamos pelo menos aplicar um feng-shui. A seguir, dicas tosco-fashion, de decoração e etiqueta para encarar o apocalipse

por Eva Uviedo // ilustrações Mari Casalecchi

POSICIONAMENTO GEOGRÁFICO: LUGARES LULA FRIENDLY

Bares com cartazes Lula Livre, foto do Che Guevara e pixo feminista no banheiro tem em comum o fato de serem espaços nos quais você pode relaxar por estar em um ambiente fascista free


Parte integrante do zine Como Sobreviver a Dias Toscos — La Tosca Inc, 2019

foto integrante da série #fuckingtourist // jolipunk.com

por Eva Uviedo

“Nós estamos em guerra. A falsificação ideológica que sugere que temos paz é pra manter a coisa funcionando. Não tem paz: tem guerra, em todo lugar, o tempo todo.”

— Ailton Krenak, líder indígena e escritor

Estamos em guerra, e não é de hoje. A história da humanidade é uma história de conflito. Tanto entre diversos povos em pé de igualdade (sendo mais ou menos agressivos em suas trocas e expansão de territórios), mas especialmente quando pensamos em sua importância na formação do…


Parte integrante do zine Como Sobreviver a Dias Toscos — La Tosca Inc, 2019

por Ian Uviedo

Este guia surge meio a um instante de conturbações políticas, linguísticas e sociais. Assinalamos outra vez na história a sina do que é ser parte integrante da América Latina: saques, abusos, violência, em todas as suas terríveis abrangências, são os pilares das narrativas que constituem a despedaçada integridade do nosso continente.

A questão linguística talvez seja a mais essencial, e, por isso mesmo, a mais complexa de ser compreendida e exposta. O bombardeio de informações por parte dos telejornais, as agências multinacionais de…


[Se a gente soubesse, não estaria contando de graça e sim cobrando pelo coaching]

CONTEXTO HISTÓRICO NECESSÁRIO: O ano era 2019 e a gente, alheio às previsões astrológicas sobre a grande mutação e suas turbulências, à cartomante espanhola e aos alertas do colapso ambiental e da OMS, acreditávamos que o governo Bolsonaro era o pior que poderia nos acontecer. Doce engano. Com base em desgraça pouca, elaboramos um manual de sobrevivência que hoje parece obsoleto — mas talvez ainda dê pra tirar algo de bom daqui.

Não está fácil, todos sabemos. Nunca foi, por sinal. Ser latino-americano, sem dinheiro no…


[Entrevista publicada na Revista Simples # 33 — julho/agosto 2005]

SEJE TOSCO, MAS COM CRASSE

por Douglas Vieira / Foto Peetsa

Como surgiu a idéia de criar o “coletivo”?
A La Tosca pretende somar vários talentos medíocres para resultar em um grande talento, quiçá um gênio.

No site vocês renegam essa classificação. No que vocês são diferentes dos coletivos? Por que a repulsa por essa classificação?
Porque é pouco nobre. Preferimos nomes como ‘matilha’, ‘cardume’, ‘conclave’. E o melhor, ‘panelinha’. Você se imagina na Itália chamando a Cosa Nostra de coletivo? Nos autodenominamos desOrganizações La Tosca, simprismente.

O que é tosco para o La Tosca?
A classe.

E o que é chique?
A crasse [sic].


por Eva Uviedo

Foi com essa chamada de capa que la revista Discutindo Língua Portuguesa definiu la mixtura entre português e espanhol que estaría causando “acaloradas discusiones” en el longínquo ano de 2007. El escritor catarinense Cristóvão Tezza dijo que era “um modismo inconsistente”. De otro lado, o então ministro de Educación do Uruguay Jorge Brovetto, declarava: “Precisamos assumir el portunhol como riqueza cultural de la región”.

Parte de la razon del assunto estar em pauta era o surgimento em cena del movimento literário Portunhol Selvagem, defendido por el poeta e escritor Douglas Diegues, filho de pai brasileño e madre…


por Zé Maia

agora que você parou de ler, vou explicar. não fazemos muito esforço. no decorrer da vida, as pessoas cumprem as suas funções e disfunções com relativo êxito. os eventos se empilham em camadas de sedimentos com jeitão de bacon, de biblioteca e tear. o mundo é feito dessas coisas aí. de camadas de maquiagem feitas às 23:30h, de anos luz de penteados, dos oceanos de shampoo, das linhas ligando os pontos entre cada um dormindo de bruços agora, das jazidas de tricobezoar. não fazemos muito esforço. escorrendo entre as erosões desses sedimentos, a latosca se aproveita por…


A La Tosca™ existe desde 2003, alternando períodos de hibernação e hiperatividade; produce zines, posters, camisetas, vídeos, cenários e qualquiera outro projeto para el qual se precise de unos neurônios activos e otros un pouco desajustados.

La Tosca™ reúne artistas gráficos, escritores, periodistas e videomakers e hoy tem foco em experimentalismo gráfico de tiragens limitadas.

La Tosca™ não é um coletivo. Somos un grupo de indivíduos, eventualmente aglutinados.

La Tosca™ é latino-americana, sem dinheiro no banco nem parentes importantes.

La Tosca™ se comunica en portugês y portunhol

La Tosca™ tiene la proposta de hacer el máximo que dá, com lo…

La Tosca Inc.

hablamos portunhol & hacemos zines e cartazes // since 2003 -> https://latosca.com.br/ https://www.instagram.com/latoscainc/ https://twitter.com/latoscainc

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store