Caótico.

Escrevo porque penso demais

E pensando demais, escrevo porque me sinto perdida

Organizar tudo isso, por vezes acaba se tornando caótico

Escrevo porque sinto demais

Sentir demais, se tornou algo caótico

Ou sempre foi?

Há noites de festa, onde tudo dança aqui dentro

Detalhes… entendo e desvendo?

Há dias que se arrastam, em alguém que está fora, porém, que continua dentro

Seria ilusão, que crio tanto e tento?

Porém, existem noites em que tudo sossega

Noites chuvosas, noites de sol

O pensamento voa longe…

E ele faz seu voo em noites chuvosas

E noites de sol…

Eventualmente, espera voar em noites ensolaradas, mas entende que é importante as noites chuvosas

Desde que o sol volte à brilhar.

— Laura Alves.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lau’s story.