Corrupção brasileira: um espelho da sociedade

Incrustada na cultura brasileira, a corrupção é considerada um símbolo nacional, reconhecido mundialmente. Para que se adquira vantagens, são frequentes os atos corruptíveis desde que não sejam considerados graves, na concepção de quem os exerce. O ideal imoral da sociedade impede que o país avance, uma vez que eventuais desvirtuamentos geram outros maiores, acarretando no agravante individualismo que faz do cenário social, uma disputa.

Como mudar o caráter de um povo? Ter em conta a reestruturação da educação como solução de tudo me soa clichê. Aparentemente, a falta de rigor nas escolas atrapalha no desenvolvimento moral dos alunos e permite que os jovens cresçam acostumados a não receberem punição pelos seus erros. Porém, o que quero dizer é que o egoísmo é característica universal, não dependendo somente do nível escolar, mas do caráter de cada um, podendo ser intrínseco no ser humano, refletido a partir de exemplos sociais práticos e até mesmo alimentado pelo prazer dos resultados benéficos gerados.

É ilusório acreditar que a corrupção pode acabar e também hipócrita afirmar que não somos corruptos. Vivi exemplos clássicos de imoralidade cursando um ano de faculdade onde meus colegas assinavam a chamada de classe por mim e guardavam o meu lugar na fila do restaurante universitário. Alguns cometem atos corruptos mais graves, como suborno à policiais, falsificação de documentos e até roubo de canais pagos. Porém, a gravidade dos acontecimentos não justifica a potencialidade humana em não se importar com suas falcatruas desde que sejam proveitosas.

Criticamos a corrupção política sem levarmos em conta nossos pequenos desvios morais, desejamos que a problemática acabe como se houvesse solução para a personalidade do todo, somos capazes de prejudicar outrem mesmo que indiretamente e assim, preferimos nossas vantagens à sermos justos, infelizmente, o que há de corrupto no Brasil, é espelho de nós mesmos.

Like what you read? Give Lais Daminelli a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.