Como o Jiu-jitsu me ajuda a ser ágil como desenvolvedor?

Introdução

Sou desenvolvedor e, nos últimos anos tem buscado conhecimento na tentativa de melhorar profissionalmente. Criar projetos cada vez mais relevantes para meus clientes, com o menor esforço, como o menor custo e, com o maior retorno financeiro.

E onde entra o Jiu-jitsu nisso?

Jiu-jitsu, sua tradução, arte-suave. É uma arte marcial milenar que acredita-se ter sido criada no Japão e com influências Indianas. Tem como base técnicas de alavancas, pressões para derrubar, submissão, sem causar lesões traumáticas.

Os criadores entendiam que uma luta de samurais, em sua grande maioria, terminava sem espadas e cansados. Precisam de alguma técnica de confronto corpo-a-corpo para ter êxito.

Mas e daí? O que eu aprendi?

Seja humilde ou aprenda se machucando…

Vou abstrair o ritual para entrar no tatame, mas você entrar no tatame e suas primeiras lições são:

  1. Não seja orgulhoso.
  2. Use dos três tapinhas, ele manterá seu braço, pescoço e outras partes do seu corpo ileso.
  3. Escute com atenção que tem mais experiência e mais ainda os menos experientes.
Mas como seria isso no mundo do desenvolvimento?
  1. Peça ajuda sempre que for necessário
  2. Não tem receio de pedir ajuda a pessoas menos experientes que você
  3. Seu código pode até ser bom, mas tem gente que faz melhor.

O faixa Preta…

Muitos no Jiu-jitsu buscam a faixa preta. Sinal de conhecimento, de experiência e que tem muito a ensinar. Mas o que é um faixa Preta:

  1. Disciplinado.
  2. Muitas horas de treinamento, suor e sangue.
  3. Muitas vitorias e, também muitas derrotas.
  4. Tem uma visão simples de uma batalha.
Mas como seria isso no mundo do desenvolvimento?
  1. Disciplina, é mais que obvio.
  2. Pratique sempre, mesmo que fique alguns horas sem dormir.
  3. Erros aconteceram e, acertos também.
  4. Seja simples, não tente o impossível.

A batalha ou se preferir o rola…

O rola no Jiu-jitsu é o enfrentamento de oponentes. Que acontece da seguinte forma:

  1. Avalie seu oponente.
  2. Tenha em mente uma estratégia — Finalização ou pontos
  3. Busque por planos alternativos — Tenha mais de um alternativa de golpes
  4. Adapte-se conforme o seu oponente.
Mas como seria isso no mundo do desenvolvimento?
  1. Conheça e aprenda sobre o problema proposto.
  2. Deixe o objetivo bem claro.
  3. Tenha e discuta plano para resolver o problema.
  4. Seja flexível, acolha as mudanças…

Diante de uma derrota ou uma vitoria…

Em uma situação de rola (batalha), você pode perder ou ganhar, sempre com respeito:

  1. Não subestime.
  2. Perceba seus pontos fracos e fortes.
  3. Busque melhorar para o próximo confronto.
  4. Compartilhe sua experiência.
  5. Não seja desonesto com seu oponente.
  6. Você precisa de um ou mais amigos de treino para aprimorar.
Mas como seria isso no mundo do desenvolvimento?
  1. O problema é simples. Não quer dizer fácil.
  2. O que deu de errado? O que deu certo? Anote!
  3. Corrija seus erros e evolua seus acertos.
  4. Apresente aos outros sua experiência com o projeto.
  5. Não tente enganar ou assumir o impossível junto ao cliente. Isso dá merda!
  6. Faça pareamento com desenvolvedor, tester, designer ou com que se interessar.

Finalizando…

Sempre busque sinergia. Faça um esforço, aprenda, compartilhe, discuta e proponha.

Funciona muito bem no Jiu-jitsu, porque não no desenvolvimento de software?

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Leandro Bitencourt’s story.