Belo texto. Olavo de Carvalho é sempre uma ótima fonte de inspiração.
Jackson Torres de Oliveira
1

Jackson, não creio que o Budismo prescinde da linguagem. Ao contrário, o próprio Buda era um príncipe e deve ter recebido uma edução de ponta para a época. Todos os mestres budistas que conheci tinham um alto nível cultural. As práticas contemplativas budistas são um ótimo exercício para o controle mental, o treino das percepções e a dissolução dos símbolos da razão. Em quase todas as sangas, a rotina é baseada em ensinamentos proferidos pelo Lama, práticas meditativas e um contato intenso entre os membros da comunidade.