A crise traz reflexão e oportunidade

por Dario Vedana

“A reflexão é o primeiro passo descobrir aquilo que verdadeiramente é importante”

Quem nunca passou por um momento de crise?

A crise pode surgir de uma discussão com um colega de trabalho, a perda de uma pessoa querida, a demissão de um emprego, uma porta que se fechou, uma doença ou mesmo um pequeno incidente que desencadeia uma séria de questionamentos. Nas empresas, a crise também acontece por diversos fatores, como um problema financeiro, uma falha em um produto, uma falha de segurança, um erro de operação ou um passo maior do que a perna.

Tanto em nossa vida pessoal como nas empresas, notamos que a crise gera uma reflexão, que faz repensar a forma de agir, as decisões tomadas e a nossa posição. Sócrates disse uma vez: “Um vida sem reflexão não vale a pena ser vivida”. A reflexão é o primeiro passo para a mudança, buscar novos rumos e oportunidades e também para reafirmar ou redescobrir nossos valores, aquilo que verdadeiramente é importante para nós — e, no caso, das empresas o que elas se propuseram a fazer em seu estatuto, missão. No fundo, estamos falando da razão de existir — daquilo que faz as pessoas acordarem todo o dia, que dá alegria de viver e de fazer acontecer.

No alfabeto chinês, crise pode ser representada por ideogramas que representam, respectivamente: ameaça e oportunidade.

Ameaça < 危险 机会 > Oportunidade

Esta composição indica que podemos encarar a crise de duas maneiras: como uma ameça ou como uma oportunidade. A crise seguida de uma boa reflexão, de um olhar para dentro de si — e da empresa — certamente vai gerar um novo momento e que pode ser para melhor. Não saímos os mesmos depois de uma crise, pois ela gera uma mudanças para quem passa por ela. Nossas escolhas, decisões e ações exercem grande diferença na condução e no resultado de uma crise.

Para buscarmos inspiração e lidar com as crises onde estivermos, deixo um deleite do pensamento de Albert Einstein:

Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar ‘superado’. Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais os problemas do que as soluções. A verdadeira crise é a crise da incompetência… Sem crise não há desafios; sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um.

Dario Vedana
É mestrando em Comunicação e Tecnologia e jornalista pela Faculdade Cásper Líbero, com Certificate in Marketing Management pelo Insper Ibmec São Paulo e consultor de Marketing e Educação.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.