Educação Online: novos rumos no modelo de ensino-aprendizagem

por Dario Vedana

O crescimento das tecnologias digitais e da internet propiciou a cultura da convergência, ampliando o acesso à informação e disseminando conhecimento. As pessoas estão dispostas a aprender e ensinar umas às outras em rede.

Há pouco tempo, adquirir um conhecimento específico ficava restrito a participar de cursos presenciais de curta duração, de graduação, de pós-graduação, de palestras ou ainda a buscar informação na imprensa, a ler livros — alguns sem tradução para o português e disponível sob encomenda — e ao contato com profissionais especializados.

O avanço das tecnologias digitais e a disseminação de dispositivos móveis contribuíram para ampliar o acesso à informação em tempo real por qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo, a partir de um computador, tablet,smartphone, com acesso à internet, para se conectar na rede. Este processo, somado ao aumento na busca por informação, trouxe diversas transformações nas formas de ensino-aprendizagem das pessoas, exigindo dos professores o uso das tecnologias digitais dentro e fora de sala de aula, influenciando os ambientes comunicacionais presenciais e criando um ambiente virtual de aprendizagem (AVA), que permitiram o avanço do ensino a distância (EAD) na internet, a chamada educação online.

Em meio ao acesso à informação sem limites na internet e disputa da atenção dos alunos em sala de aula, que, muitas vezes, utilizam dispositivos móveis para fins pessoais durante as aulas, é necessário repensar as formas de envolvê-los para compreender os conteúdos desenvolvidos nas disciplinas propostas, assimilar e fazer conexões para produzir conhecimento e aplicá-lo na resolução de problemas no dia-a-dia.

Para construir uma nova educação será fundamental engajar os alunos, a comunidade acadêmica e os demais especialistas, a fim de identificar maneiras de melhorar o processo de ensino-aprendizagem, criando novas experiências de aprendizagem para atualizar os processos educativos e gerar as mudanças necessárias na sociedade pós-moderna.

Um exemplo do uso das tecnologias digitais em sala de aula está presente nas metodologias de ensino que estão surgindo no século XXI, como o conceito de Ensino Híbrido (Blended Learning), desenvolvido por Michael Horn e Clayton Christensen, em Harvard (2008), que propõe uma combinação do aprendizado online com as aulas presenciais, em modelos que mesclam (termo blended, do inglês “misturar”) momentos em que o aluno estuda sozinho, em um ambiente virtual de aprendizagem e traz para a aula presencial suas dúvidas — conceito de aula invertida ou com outros alunos divididos em pequenos grupos de pesquisa, em que a aprendizagem ocorre de forma presencial, valorizando a interação entre pares e entre aluno e professor, mas depende de pesquisas e desenvolvimento de projetos em ambientes online.

Como você vê a perspectiva da integração da educação online, com as plataformas virtuais de aprendizagem, e o ensino presencial?

Dario Vedana
É Mestre em Comunicação e Tecnologia e jornalista pela Faculdade Cásper Líbero, com Certificate in Marketing Management pelo Insper Ibmec São Paulo e consultor de Marketing e Educação.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.